-

[Resenha] Cilada para o marquês

Olá leitores, tudo bem?
Primeiro post do ano com uma resenha muito amorzinho para vocês. Cilada para um marquês foi uma leitura maravilhosa que roubou meu coração, espero que roubem o de vocês.

Titulo: Cilada para um marquês (Escândalos e canalhas #1)
Autor(a): Sarah MacLean
Ano: 2016
Páginas: 320
Editora: Gutenberg
⭐⭐⭐⭐⭐💗

"Ela não ligava se ele a aprovava ou não. Nem ligava para o que ele pensava dela. Ou o que o resto do mundo tolo, horrível e insípido em que ele vivia pensava dela. Na verdade, se toda a Sociedade a considerava desdivertida, por que ela deveria se importar?"





Sophie Talbot esperava tudo! Gritos indignados, olhares reprovadores e até mesmo alguns desmaios, mas estava despreparada para a total indiferença. Logo após pegar o cunhado em uma situação constrangedora com outra mulher em um festa no jardim, Sophie a caçula de uma família de 5 filhas, também conhecia como a irmã "Desdivertida" fica extremamente chocada e furiosa com a atitude dos aristocratas que só por terem títulos acham que podem agir da maneira que quiser, e por conta da adrenalina acaba atirado-o em lago, ela só não contava que todos os convidados presenciariam a cena, o que a fez jogar tudo para o alto e dizer exatamente o que pensava deles, porém em vez de reações exaltadas, tudo que recebeu foi total silêncio. Eles agiram como se ela nem estivesse lá, excluindo-a do circulo social.

Decidida a sumir dali, Sophie começa a pensar em meios para voltar para casa sem ter que se humilhar pedindo para a família a levar embora, até que de repente quase é atingida por um bota que passa voando pela janela, pouco antes de um homem sair pela mesmo, esse homem era nada mais que o Marquês de Eversley, um dos libertinos mais famosos da Grã-Bretanha e a carona perfeita para escapar daquele lugar. Em uma atitude impulsiva após ele recusar leva-lá Sophie troca de lugar com um de seus criado, mas acaba se metendo em confusão quando percebe que a carruagem não está indo em direção as ruas de Londres e sim ao interior.

Agora sem dinheiro para voltar para casa, sua unica opção é pedir a ajuda a Rei, que recusa imediatamente, pensando que a mulher planeja o enganar para conseguir um marido, visto que sua família tem fama de caçadora de títulos, depois que o pai dela se tornou um conde por meio de um jogo com um príncipe e levou todas as suas filhas para a alta sociedade, o que resultou no apelido de "irmãs perigo". Porém, ao perceber o tamanho dos problemas que a pequena garota pode causar a si mesma sozinha e vestida de homem ele não tem outra escolha se não ajuda-la a chegar ao seu destino.

Eles só não esperavam sentirem uma atração tão grande um pelo outro, ameaçando o futuro que cada um determinou para si. Ela abrindo sua própria livraria na cidade em que nasceu, sem nenhum aristocrata e Ele sendo o ultimo da linhagem, sem intenção de se casar. Sarah consegue colocar em sua escrita cenas engraçadas e ao mesmo tempo intensas, a situação pode mudar muito rápido dependendo da fala dos personagens, acho que essa característica é uma das que mais me atrai nas histórias da escritora, seus protagonistas se entregam muito ao sentimento e vivem o momento.


Quotes:
“Felicidade! É esse o cheiro dos livros! Felicidade. Por isso que eu sempre quis ter uma livraria. Existe vida melhor do que vender felicidade?”
“Tudo o que dizem sobre você é verdade”, ela disparou.
“Que parte?”
“A que diz que você não é um cavalheiro.”
“Falando claramente, você pode ser um problema colossal, Lady Sophie, mas não é meu problema.”
“Só porque você se autodenomina Rei, não quer dizer que mande em mim.”
“Nesse momento, eu mando”, ele disse.
“Você é tão arrogante. Estou quase morrendo só pra mostrar que você está errado.”
“Aqui tem uma biblioteca. Você gostaria que eu mostrasse ela para você?” Sophie lançou um olhar irônico para ele.
“Você está querendo me subornar com livros.”
“Vai funcionar?”


Sobre a autora: 
Sarah MacLean passou boa parte da infância em meio a livros e bibliotecas, o que lhe inspirou o amor tanto por fatos históricos quanto por romances ficcionais. Formada pela Smith College e pela Universidade de Harvard, ambas em Massachusetts, foi quando se mudou para Nova York que Sarah finalmente decidiu unir suas maiores paixões e escrever o primeiro livro. Desde então, suas obras já entraram na lista de mais vendidos do The New York Times, do The Washington Post e do USA Today, além de terem sido traduzidas para mais de vinte idiomas.
Vencedora do prêmio RITA na categoria Romances de Época, Sarah MacLean também é colunista do The Washington Post. Ela ainda mora em Nova York, com o marido e a filha.



Comente com o Facebook:

8 comentários:

  1. Hey, Camila!

    Eu gosto muito de romances de época, mas eu li tantos nos últimos tempos que fiquei bem enjoada. Agora dei uma pausa e não tenho ideia de quando voltarei a ler o gênero, mas, quando voltar, já tenho um livro pra ler. Gostei muito da sua resenha, principalmente por você dizer que há cenas engraçadas no livro.
    Já anotei aqui o nome. Com certeza vou querer ler no futuro.

    Beijos!

    ResponderExcluir
  2. Olá, Camila! Tudo bem?

    Eu particularmente não curto romances de época, li poucos e não consegui ser fisgado pelo gênero, curto mais romance histórico (ficção histórica) que é um pouco diferente. A sua resenha ficou muito boa, bem escrita e organizada. Gostei das suas impressões, mas infelizmente o livro não me despertou interesse. Vou indicar para as meninas do blog.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  3. Acredita que nunca li um livro de romance de época? Eu tenho muita vontade, mas acabo me distraindo com outras coisas. O engraçado é que eu leio mangás de romance de época e amo muito, haha. Vai entender. Sobre este livro, ele soa muito familiar com algumas histórias que já li (de mangá), mas achei super fofinho, parece uma história adorável e eu leria com certeza :D

    ResponderExcluir
  4. Olá, tudo bem?
    Quero ler algum livro dessa autora há um bom tempo, pois estou numa vibe bem romance de época. As capas e os enredos são super interessantes, estou bem curiosa. Adorei a premissa de Cilada para o marquês. Beijos <3

    ResponderExcluir
  5. Eu nunca li nada dessa autora, mas gosto bastante de romances de época, apesar de ter achado esse meio bobinho, pela tua resenha. Porém, ainda assim eu o leria, pois parece um bom livro pra momentos de distração.

    ;*

    ResponderExcluir
  6. primeira postagem do ano e você começou bem, a resenha ficou ótima, conheço o livro das muitas resenhas que já li e sempre com elogios. adoro personagens que vivem o momento.

    ResponderExcluir
  7. Olá,
    Parece um bom romance para passar o tempo, raramente leio romance de época então nunca li nada da autora. Mas é sempre bom para os romance de época que curtem este tipo de livro.

    Debyh
    Eu Insisto

    ResponderExcluir
  8. Oi
    Comecei a ler romance de época praticamente agora. Mas eu to amando e quero muito conhecer mais romances desse gênero. Adorei essa história, vou anotar essa dica!
    Bjaum

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Layout: Natana Duarte | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©