-

[Resenha] Mr. Romance

Olá leitores, tudo bem?

Hoje eu vim trazer resenha de um livro que me conquistou totalmente, desde da capa a ultimo página. Eu ganhei essa belezinha de presente de aniversario (que a proposito foi dia 20 desse mês) e não poderia estar mais feliz com a leitura. Espero que vocês se encantei com o Mr. Romance.


Titulo: Mr. Romance
Autora: Leisa Rayven
Ano: 2017 / Páginas: 358
Editora: Globo Alt
Adicione ao Skoob
Compre na Amazon
⭐⭐⭐⭐⭐

” – Mil dólares? O cara cobra isso por um encontro?
– Não, um encontro custa cinco mil. Os mil são só para ele avaliar a possibilidade de te aceitar como cliente.
– Jesus! Não importa quão lindo ele seja, nenhum homem vale esse tanto de dinheiro.
– Bom, parece que essas mulheres acham que ele vale.”




“Não precisar de alguém e não se permitir precisar de alguém são duas coisas diferentes.”
Eden Tate precisa de uma matéria urgentemente se não quiser ficar escrevendo memes para sempre, ela só precisava de uma oportunidade para provar o seu valor ao seu chefe babaca e ganhar a sua tão sonhada coluna e é exatamente isso que sua irmã lhe oferece quando conta que um tal Mr. Romance anda fazendo sucesso entre a elite com seus encontros românticos. Descobrir a identidade desse homem misterioso e sua lista de cliente se torna então sua prioridade e uma passagem só de ida para o sucesso (e um aumento).

Porém, acha-lo não é uma tarefa fácil e depois de pesquisas e algumas violações (sorte de ter um melhor amigo hacker) ela chega até Max Riley que por incrível que pareça já estava ciente das investigações da jornalista e não está nem um pouco contente. Após esse contato Eden fica ainda mais determinada a desmascarar esse cara, pelo fato de achar um absurdo sua metodologia e ter a pior opinião possível do Mr. Romance. Afinal somente um vigarista cobraria por um encontro! Em contrapartida, Max decide ceder a entrevista para Eden em troca dela experimentar o mundo dele, se depois de três encontros ela decidir que o que ele faz é errado, ele irá fornecer tudo que ela precisa para a matéria, mas se ela acabar se apaixonando nesse meio tempo a matéria será esquecida. 

A partir dai, passamos a conhecer as várias faces do Mr. Romance e seus personagens encantadores destinados a proporcionar a suas clientes um momento de fantasia, onde Max acredita dar as mulheres o homem que elas precisam fazendo com que voltem a se valorizar, sem nenhuma relação sexual. Entretanto, isso não passa de besteria para Eden, sendo cética em relação ao amor desde pequena e descrente sobre finais felizes, está convencida que vai conseguir uma matéria bombástica quando enfim descobrir toda a verdade, mesmo que a atração por ele seja uma distração. Ela será um desafio para Max que não polpara recursos para provar que existe muito mais na vida que contato sexual e tudo que ela precisa é um pouco de Romance.


Foi um romance bem gostoso de ler, o livro é narrado pela Eden que confesso ter me irritado com seu excesso de desconfiança, mas no geral a história foi bem construído de uma maneira envolvente sensual assim como seus personagens, Max foi uma surpresa muito agradável, pois foram poucas as vezes que me depararei com um mocinho com um proposito tão tocante e com um coração tão bonito. Os personagens secundários também tem suas cenas e são bem cativantes, cada um dá um ajuda para o casal funcionar. A escritora fez um bom jogo de dialogo e chegamos ao fim com um sorriso no rosto.

Alguns quotes:

“Isto é o que amar faz com você: te apresenta esse universo de dor em expansão. Porque ninguém fica para sempre. Todos vão embora no fim. ”
“Normalmente, só leva um encontro para uma mulher se apaixonar por mim, mas no seu caso estipulei três porque percebi que você está completamente fechada à ideia de que o romance pode enriquecer sua vida. Três me dá um pouco mais de tempo para quebrar sua casca.”
“Ele sabe o quanto eu o acho atraente e está constantemente me provocando para poder ganhar a aposta. Bom, ele vai descobrir rápido que enganar uma mulher que come fantasias românticas no café da manhã vai ser mais difícil do que ele pensava.”
”Todos nós temos questões que estamos tentando superar, senhorita Tate. Todo mundo quer se sentir especial, a gente admitindo ou não. E amar sem limites, nos permitindo ser amados de volta, é o que dá sentido á vida. Ou, pelo menos, é o que deveria dar. Todo o resto só atrapalha.”
"Mesmo que isso tudo acabe em catástrofe, você é a melhor ideia ruim que eu já tive."


Sobre a autora:


Quando Leisa Raven começou a escola de teatro escreveu suas primeiras peças. Leisa se dedicou à dramaturgia e teve várias peças de sua autoria produzidas na Austrália. O romance tomou o lugar do teatro quando Leisa começou a escrever fan fiction e conquistar leitores na internet. O sucesso online a inspirou a escrever seu primeiro romance, Meu Romeu e sua continuação Broken Juliet. Leisa vive atualmente na Austrália com o marido, dois filhos, três gatos e um canguru chamado Howard.


Outras obras da autora:



[Quotes] Tartarugas até lá embaixo

Olá leitores, tudo bem?

Quem já leu algum livro do Jonh Green sabe que o escritor não economiza na hora de criar quotes ou usar citações, com Tartarugas até lá embaixo não foi diferente. Esse livro foi minha ultima leitura do ano, eu estava viajando e não tinha levado nenhum post-it, imaginem meu sufoco para marcar as frases. Eu tive que ir anotando as páginas no celular e depois que voltei de viajem fui voltando nelas e achando o que tinha me chamado atenção. 

Dica de hoje: Não esqueçam os post-it.

E se você já estava interessado em adquirir esse livrinho, espero que goste dos quotes e se anime a correr para comprar seu exemplar, eu não poderia ter terminado meu 2017 com leitura melhor!


"Mas eu estava começando a entender que a vida é uma história que contam sobre nós, não uma história que escolhemos contar." Pág 1
"Qualquer um pode olhar para você, mas é muito raro encontrar quem veja o mesmo mundo que o seu." Pág 16
"A questão da espiral é que, se a seguimos, ela nunca termina. Só vai se afunilando, infinitamente." Pág 14
"Parta corações, mas não quebre promessas." Pág 14
"O verdadeiro terror não é ter medo, é não ter escolha senão senti-lo." Pág 28
"Estamos prestes a viver o Sonho Americano, que é, obviamente, tirar vantagem da desgraça alheia." Pág 29
"Ninguém nunca diz até logo a menos que queira ver a pessoa novamente." Pág 61
"Bem-vinda ao futuro, Holmes. O negócio agora não é mais hackear coputador, é hackear a alma humana." Pág 65
"E a questão é que, quando a gente perde alguém, a gente se dá conta de que no fim vai perder todo mundo." Pág 81
"Ah, hoje em dia todo mundo é maluco. Sanidade adolescente é tão século XXI." Pág 86
"Eu era o peixe, infectado por um parasita, nadando próximo à superfície, querendo ser devorada." Pág 126
"Os adultos pensam que sabem controlar o poder, mas na realidade é o poder que acaba controlando os adultos." Pág 139
"Acho que, em algum momento, todo mundo percebe que a pessoa responsável por nós é só um ser humano, não tem superpoderes, e que na verdade não pode nos proteger da dor." Pág 141
"O mais apavorante não é girar sem parar numa espiral crescente, é girar sem parar na espiral que se afunila. É ser sugado para um redemoinho que vai se fechando mais e mais e esmagando seu mundo até você estar girando ser sair do lugar, preso numa cela que é exatamente do seu tamanho e nem um milímetro a mais, até você finalmente se dar conta de que na verdade não está preso na cela. Você é a cela." Pág 144
"Três flocos, e então quatro.
E depois muitos, muitos outros." Pág 198
"Estar vivo é sentir saudade." Pág 262

Kisses


[PARCERIA] Agência Literária Nardo

Olá meus amores, tudo bem?

Hoje vim trazer um post apresentando nossa nova parceria a Agência literária Nardo que está chegando agora no mercado, e para os escritores de plantão fiquem ligados porque essa pode ser sua chance de publicar seu próprio livro, enviando seu original!



Confira agora o novo lançamento:

Sinopse: VOCÊ CONHECE O AMOR? Joana acreditava que sim, até sofrer uma grande decepção amorosa, e ver que tudo que viveu não passou de pura ilusão. Por incentivo de sua prima Gleice, Joana decide sair da "bolha" que vivia e conhecer uma nova maneira de viver, e desta forma conhecer o amor verdadeiro, que ela sempre sonhou.Viajando nesta história, você se identificará com as situações vividas por Joana, e vai desejar ter uma amiga como Gleice, que juntas passam por momentos que qualquer um amaria viver.


"PARA VIAJAR NO MUNDO DO OUTRO, VOCÊ PRECISA SE CONHECER. QUANDO VOCÊ ESTÁ FELIZ, TUDO PODE ACONTECER, INCLUSIVE FAZER ALGUÉM FELIZ."

Siga a Agência literária Nardo nas redes sociais e fique por dentro de todas as novidades:



Agradeço já a confiança! 
Logo irei trazer mais novidades.

Um grande beijo e até a próxima.

Metas para 2018

Olá leitores, tudo bem?

Vim apresentar as metas para esse ano, ele vai ser bem corrido para mim, então não coloquei muita coisa. Espero conseguir completar tudo!




Ler 30 livros
Ler pelo menos um livro para o vestibular a cada mês
Completar o desafio literário 2018
Estudar todos os dias
Trocar o layout do blog
Escrever 5 capítulos do meu livro
Escrever 10 capítulos do meu livro
Escrever 20 capítulos do meu livro



[Resenha] Cilada para o marquês

Olá leitores, tudo bem?
Primeiro post do ano com uma resenha muito amorzinho para vocês. Cilada para um marquês foi uma leitura maravilhosa que roubou meu coração, espero que roubem o de vocês.

Titulo: Cilada para um marquês (Escândalos e canalhas #1)
Autor(a): Sarah MacLean
Ano: 2016 / Páginas: 320
Editora: Gutenberg
Compre na Amazon 
⭐⭐⭐⭐⭐💗

Sophie Talbot é conhecida pela Sociedade como uma das Irmãs Perigosas – mulheres Talbot que fazem de tudo para se arranjar com algum aristocrata. O apelido chega a ser engraçado, pois se existe algo que Sophie abomina é a aristocracia. Mas parece que mesmo não sendo uma irmã tão perigosa assim, o perigo a persegue por todos os lugares.
Quando a mais “desinteressante” das irmãs Talbot se torna o centro de um escândalo, ela decide que chegou a hora de partir de Londres e voltar para o interior, onde vivia antes de seu pai conquistar um título. Em Mossband, ela pretende abrir sua própria livraria e encontrar Robbie, um jovem que não vê há mais de uma década, mas que jura estar esperando por ela.
No entanto, ao fugir de Londres, seu destino cruza com o de Rei, o Marquês de Eversley e futuro Duque de Lyne, um homem com a fama de dissolver noivados e arruinar as damas da Sociedade. Rei está a caminho de Cumbria para visitar o odioso pai à beira da morte e tomar posse de seu ducado. Tudo o que ele menos precisava era de uma Irmã Perigosa em seu encalço.
O Marquês de Eversley está convicto de que Lady Sophie Talbot invadiu sua carruagem para forçá-lo a se casar com ela e conquistar um título de futura duquesa. Já Sophie tenta provar que não se casaria com ele nem que fosse o último homem da cristandade. Mas e quando o perigo tem olhos verdes, cabelos claros e a língua afiada?
Essa viagem será mais longa do que eles imaginavam…

"Ela não ligava se ele a aprovava ou não. Nem ligava para o que ele pensava dela. Ou o que o resto do mundo tolo, horrível e insípido em que ele vivia pensava dela. Na verdade, se toda a Sociedade a considerava desdivertida, por que ela deveria se importar?"

Sophie Talbot esperava tudo! Gritos indignados, olhares reprovadores e até mesmo alguns desmaios, mas estava despreparada para a total indiferença. Logo após pegar o cunhado em uma situação constrangedora com outra mulher em um festa no jardim, Sophie a caçula de uma família de 5 filhas, também conhecia como a irmã "Desdivertida" fica extremamente chocada e furiosa com a atitude dos aristocratas que só por terem títulos acham que podem agir da maneira que quiser, e por conta da adrenalina acaba atirado-o em lago, ela só não contava que todos os convidados presenciariam a cena, o que a fez jogar tudo para o alto e dizer exatamente o que pensava deles, porém em vez de reações exaltadas, tudo que recebeu foi total silêncio. Eles agiram como se ela nem estivesse lá, excluindo-a do circulo social.

Decidida a sumir dali, Sophie começa a pensar em meios para voltar para casa sem ter que se humilhar pedindo para a família a levar embora, até que de repente quase é atingida por um bota que passa voando pela janela, pouco antes de um homem sair pela mesmo, esse homem era nada mais que o Marquês de Eversley, um dos libertinos mais famosos da Grã-Bretanha e a carona perfeita para escapar daquele lugar. Em uma atitude impulsiva após ele recusar leva-lá Sophie troca de lugar com um de seus criado, mas acaba se metendo em confusão quando percebe que a carruagem não está indo em direção as ruas de Londres e sim ao interior.

Agora sem dinheiro para voltar para casa, sua unica opção é pedir a ajuda a Rei, que recusa imediatamente, pensando que a mulher planeja o enganar para conseguir um marido, visto que sua família tem fama de caçadora de títulos, depois que o pai dela se tornou um conde por meio de um jogo com um príncipe e levou todas as suas filhas para a alta sociedade, o que resultou no apelido de "irmãs perigo". Porém, ao perceber o tamanho dos problemas que a pequena garota pode causar a si mesma sozinha e vestida de homem ele não tem outra escolha se não ajuda-la a chegar ao seu destino.

Eles só não esperavam sentirem uma atração tão grande um pelo outro, ameaçando o futuro que cada um determinou para si. Ela abrindo sua própria livraria na cidade em que nasceu, sem nenhum aristocrata e Ele sendo o ultimo da linhagem, sem intenção de se casar. Sarah consegue colocar em sua escrita cenas engraçadas e ao mesmo tempo intensas, a situação pode mudar muito rápido dependendo da fala dos personagens, acho que essa característica é uma das que mais me atrai nas histórias da escritora, seus protagonistas se entregam muito ao sentimento e vivem o momento.


Quotes:
“Felicidade! É esse o cheiro dos livros! Felicidade. Por isso que eu sempre quis ter uma livraria. Existe vida melhor do que vender felicidade?”
“Tudo o que dizem sobre você é verdade”, ela disparou.
“Que parte?”
“A que diz que você não é um cavalheiro.”
“Falando claramente, você pode ser um problema colossal, Lady Sophie, mas não é meu problema.”
“Só porque você se autodenomina Rei, não quer dizer que mande em mim.”
“Nesse momento, eu mando”, ele disse.
“Você é tão arrogante. Estou quase morrendo só pra mostrar que você está errado.”
“Aqui tem uma biblioteca. Você gostaria que eu mostrasse ela para você?” Sophie lançou um olhar irônico para ele.
“Você está querendo me subornar com livros.”
“Vai funcionar?”


Sobre a autora: 
Sarah MacLean passou boa parte da infância em meio a livros e bibliotecas, o que lhe inspirou o amor tanto por fatos históricos quanto por romances ficcionais. Formada pela Smith College e pela Universidade de Harvard, ambas em Massachusetts, foi quando se mudou para Nova York que Sarah finalmente decidiu unir suas maiores paixões e escrever o primeiro livro. Desde então, suas obras já entraram na lista de mais vendidos do The New York Times, do The Washington Post e do USA Today, além de terem sido traduzidas para mais de vinte idiomas.
Vencedora do prêmio RITA na categoria Romances de Época, Sarah MacLean também é colunista do The Washington Post. Ela ainda mora em Nova York, com o marido e a filha.




Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...



Layout: Natana Duarte | Tecnologia do Blogger | All Rights Reserved ©